Máquinas domésticas

Hoje vou falar um pouco sobre máquina de costura doméstica.

Aqui no Rainhas da Costura temos vários modelos, tanto máquina digital quanto as somente mecânicas que são as mais simples. Quando chega gente nova pra fazer curso comigo as vezes não tem a máquina e quer uma sugestão de qual máquina comprar. Eu recomendo as mecânicas pois são mais resistentes mas as antigas são também excelentes também (as vezes a aluna/o tem uma em casa só precisando de uns reparos). Indicamos um ótimo mecânico que trabalha conosco a anos ou a pessoa já tem um de confiança.

É interessante ter um estabilizador de energia se você tem uma máquina digitalizada pois se a placa queima com a queda de energia você gasta muito no concerto desta, então é melhor se prevenir, né?
Eu tenho muitas máquinas que já saíram de linha e no meu ver são ótimas e não tem mais no Brasil para comprar (as pessoas adoram este modelo). Estas máquinas são muito potentes mesmo sendo doméstica, costuram de tecidos finos ao mais encorpado e volume também. Uma pena que já não vende mais no Brasil.

Eu só não indico modelos “Mini” pois são máquinas que não tem muita resistência pois alguns modelos nem trocam a sapatilha, não tem luz e não tem tantas funções legais como as outras, são máquinas para crianças.
Qual a marca de máquina que devo comprar quando estou começando a costurar? Ouço muito esta pergunta aqui. Tudo depende de quanto você quer gastar  na máquina e o que vai costurar nela. Não se prenda a recursos que a máquina tem ou não tem como mudar posição de agulha e ter braço livre… não será isso que impede da pessoa fazer um trabalho legal, são apenas recursos para facilitar mas que não impedem de fazer nada.

Máquinas mais caras muitas vezes não significa que são mais potentes (elas são delicadas). Se você perdeu a garantia de uma máquina destas aconselho ter um mecânico de confiança para fazer ajustes se ela der algum problema ou vá na autorizada pois não é todo mecânico que sabe mexer nestas máquinas. É necessário também lubrificar e fazer uma limpeza na máquina regularmente, você mesma pode fazer isso, independente da máquina e modelo. Se estou começando não compro máquina digital não pois mudo muito de material e estas não aguentam o tranco. Tem coisas que somente uma máquina industrial consegue costurar, em outro post falarei sobre elas também.

Você não consegue costurar couro em alguns modelos de máquina doméstica pois aqueles dentinhos que ficam na máquina para fazer o transporte do tecido não tem força suficiente para levar o material para trás e você acaba forçando muito a máquina que não é própria para isso, além da costura ficar feia demais.

Quando você vai comprar a máquina veja o que ela é capaz de costurar pois cada modelo dependendo da marca tem suas particularidades e isso é muito importante pois se a máquina não costura malha por exemplo, não adianta trocar agulha para malharia se ela não faz o serviço legal. Máquinas que tem muitas funções de bordados só é interessante para quem vai bordar, não se encante com isso pois tendo a costura reta, fazendo zig-zag e costurando malha é tudo que você precisa para o começo.
Não pense que uma mesma máquina vai fazer absolutamente tudo e costurar tudo pois não vai. Então é aí que entra seu jogo de cintura para fazer as adaptações que precisa os chamados pulos do gato para fazer o serviço legal. Essas coisas você vai pegando com a prática e com o habito de costurar. Nem tudo são regras mas aquilo que deu certo pra você (isso é relativo pois o que dá certo para uns não dá certo para outros em máquinas diferentes). Cada costureira ou costureiro tem o seu jeitinho pessoal e técnicas diferenciadas. Isso é arte, é aquela pessoa que tem valor e que diz “ah da-se um jeito”.

O importante é fazer com capricho e não se contentar em algo que no seu ver não ficou legal. Desmancha e refaz, simples assim. Não crie o habito de ficar reclamando de tudo. Que tal coisa ficou feia, que você venderia aquilo por milhões pois deu muito trabalho, que tal coisa você nunca mais vai fazer na vida… Não seja essa pessoa chata pois nós vamos criando nossos talentos nos processos de desenvolvimento das costuras errando e refazendo até ficar ótimo. É assim mesmo. Se não gostou do que fez ou nunca mais quer repetir aquilo, vá fazer outra atividade pois de fato essa função não é pra você, admita. O que é prazeroso não cansa nem enjoa, continue até alcançar o melhor que pode.
Eu tenho guardadas algumas máquinas para quando uma dá problemas já reponho com outra pois como dou aula não posso deixar aluna/o esperando.

Vou colocar algumas para venda para desocupar espaço e quem tiver interesse pode entrar em contato comigo que falo o valor e formas de pagamento. São máquinas ótimas em excelente estado. Estas aqui na foto a baixo estão para venda.

Grande abraço e sucesso nas costura

Eliane S.

[contact-form][contact-field label=”Nome” type=”name” required=”true” /][contact-field label=”E-mail” type=”email” required=”true” /][contact-field label=”Site” type=”url” /][contact-field label=”Mensagem” type=”textarea” /][/contact-form]
* = campo obrigatório

powered by MailChimp!
-->

2 Comentários em “Máquinas domésticas

  1. Maria Scardua disse:

    Gostaria de saber o preço de cada uma dessas máquinas e a forma de pagamento, por favor. Aonde você está localizada?
    Meu nome é Maria Scardua e moro em Jardim Camburi. Gostaria de fazer um curso de costura. Outro curso seria o de crochê!!! Você sabe me indicar algum, aqui em Jardim Camburi? Agradeço sua resposta desde já!!! Obrigada

    1. Olá Maria como vai?
      Te enviei e-mail respondendo suas perguntas. De uma olhada na sua caixa de e-mails.

      Att
      Eliane S

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *