Rainhas da Costura

Você gosta de costurar assim como eu?

Quer ganhar dinheiro com as coisas bonitas e criativas que sabe fazer?

Então pense por uns minutos o que vale a pena.

Sou a Eliane, costureira e dona do Rainhas da Costura.

Eu adoro costurar, sempre gostei. Dou aula de costura há 12 anos aqui nas Rainhas da Costura e antes de ter este espaço eu trabalhava na área com desenvolvimento de produto. Tive outros negócios e trabalhei em empresas também. Mas quem conhece sabe que trabalhar para os outros e ter seu próprio negócio é diferente. Você é mais exigente com o que é seu, trabalha mais e administra seu próprio rendimento e prejuízos. Eu já fiz diversos cursos de como ser assim ou assado, fazer isso ou aquilo. Cansei. Até para funcionárias paguei num local famoso sobre fluxo de caixa e nada. Primeiro porque a “interessada” não estava tão interessada assim, depois porque eu mesma gosto de trabalhar do meu jeito. Acredito que desenvolvo mais. Tem coisas que somente com o tempo que vamos ver onde erramos e onde acertamos nos negócios. Também tem aquela questão do tempo, de que você está comprometido em aprender certas coisas que somente com o tempo vão aparecer no seu caminho.

E quando vem aquela dúvida, assim como aconteceu comigo, ter uma sociedade ou não?

No meu caso isso vinha em meus pensamentos quando eu estava sem recursos financeiros e tinha o conhecimento,  mas era sozinha e precisava de alguém que desenvolvesse uma outra coisa enquanto eu fazia outro procedimento. Sabe de uma coisa, descobrir se você desenvolveu pra si a humildade de aceitar que você é assim ou assado, eu quero dizer, não ficar sonhando que coisas possam  ser melhores do que você realmente é ou sabe, tudo pode te trazer mais alegrias.

Já tive sócios em alguns negócios que no início meu deu muitas alegrias,  mas depois de um tempo essas alegrias me trouxeram dores de cabeça. Quem já teve sabe do que estou falando. Isso se chama ganância e falta de planejamento. Todos que gostam de empreender quer ser o “senhor” das suas criações,  sozinho. Ganhar sozinho e ter todos os méritos de um gênio sozinho. Isso se chama egoísmo e ganância. Precisamos trabalhar estes sentimentos em nós. No início só temos um sonho, depois quando se coloca as mãos na massa temos os sonhos realizados e é aí que descobrimos quem somos nós e o outro. Eu tive um problema que não sabia que era uma doença que aos poucos crescia em mim. Comprava compulsivamente roupas e acessórios como se não houvesse amanhã. Identifiquei-me numa reportagem que assisti na televisão que o vazio interno gera conflitos externos de você querer preencher esse vazio que muitas vezes nem você sabe o que é.

Então estou falando tudo isso porque no meu caso, tinha haver com negócios, com costura e com quem eu sou de fato. Esse campo de costurar as próprias peças e coisas virou tendência e moda que até hoje da autonomia a muita gente. Era coisa de velho costurar mas como tudo na vida as coisas mudam. Até hoje isso é bacana pois tem gente que ganha dinheiro de diversas maneiras nessa área. Ou presta serviço, ou é professor de costura ou monta sua própria marca, ou copia vídeoas e sai pelas redes sociais reportando vídeos, ou é empregado de alguma empresa…

Eu acredito que o importante é se realizar e pensar que o tempo de convivência com as pessoas não é eterno. Temos que aproveitar carinhosamente esse tempo de convivência  com as pessoas que passam por nossa jornada de vida. O respeito, a gratidão amorosa e a paz é o que busco hoje.

O que isso tem haver com costura?

Para mim, Eliane, tudo pois essa sou eu.

Que possamos ter uma excelente tarde de reflexão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close
Close
escort mersin - escort eskişehir
Close
Lost your password?
Close
Shopping cart