Passei pelo Rainhas

Passei pelo Rainhas

Oi pessoas lindas que acompanham meu trabalho.

Resolvi abrir um espaço para falar um pouco sobre os trabalhos de quem passou pelo meu ateliê. Já passou tanta gente que aprendeu muitas coisas e depois seguiu em frente com as costuras e outros cursos e seria legal mostrar para quem ainda não viu toda essa trajetória.

Aprendi muito com essas pessoas e apesar de passar meu conhecimento sempre aprendemos muito mais do que ensinamos. O aprendizado é algo que se carrega para a vida toda, fica preso dentro de nós e isso só agrega valores em nossa caminhada. E mesmo que a passagem de uma situação não foi tão legal como gostaríamos que fosse, essa memória serve para nós de degrau evolutivo para melhorarmos cada vez mais.

No ateliê conheci pessoas que hoje são amigas pessoais, já ajudou a quem não conhecia nada de costura montar seu próprio espaço e dar aulas também, vender coisas, fazer seu marketing e até uma aluna que fez seu próprio vestido de casamento conosco.

Pessoas de diversas profissões que não tem nada haver com costura como jornalistas, médicas, advogadas, designer gráfico, professores, empresários, donas de casa, crianças, homens, casais, enfim…

São sete anos de muitas histórias, muitas alegrias envolvidas pois acaba sendo uma forma de interagir com vários assuntos enquanto se costura ou faz pintura ou crochê ou tece…

Cada vez mais nosso contato com as pessoas fica menor pois com o avanço do mundo tecnológico ficamos mais afastados das pessoas e da natureza pois tudo tem que ser rápido, sempre estamos atrasados com tudo, o tempo parece que passa depressa, consultórios de ajuda psicológica aumentando seus pacientes…

Socorro! Vamos resgatar o convívio com pessoas, com trabalhos manuais onde se coloca pra fora nossa criatividade. Isso faz bem! Bem a alma. Tomar um café juntos, comer uma fatia de bolo, dar umas risadas e compartilhar nossos erros e tentar nos ajudar uns aos outros.

Já estamos no terceiro milênio e temos que tomar a consciência do que realmente importa para nós que é sermos felizes. Então deixe a vergonha de lado e mostre seu trabalho e sua história. Quero ser mais um canal onde você possa divulgar o seu trabalho.

Escreve pra nós, manda uma foto.

Aguardo você e estou aberta para ser uma parceira.

Beijos Eli

Deixe uma resposta